Evo Morales acusa EUA de darem US$ 4 milhões a grupos de direita

Evo Morales acusa EUA de darem US$ 4 milhões a grupos de direita
julho 25 10:47 2017 Imprimir Este Artigo

O presidente da Bolívia Evo Morales  disse, nesta segunda-feira, com base em documentos do  WikiLeaks, que os Estados Unidos financiaram com cerca de 4 milhões de dólares em anos passados grupos opositores de direita para desestabilizar seu governo com atos “terroristas”.

“Segundo e-mails trocados, entre 2006 e 2009, a Agência [dos Estados Unidos] para o Desenvolvimento (USAID) entregou pelo menos 4 milhões de dólares a movimentos separatistas” de quatro dos nove departamentos do país, afirmou o governante esquerdista em um ato público.

Depois, Morales afirmou em sua conta pessoal do Twitter que Washington deu esse dinheiro aos opositores “que cometeram atos terroristas para nos dividir em 2008”, sem identificar especificamente quem foram os destinatários dessa ajuda financeira.

O presidente acrescentou que o governo teve acesso a milhares de documentos do WikiLeaks que mostram como a Casa-Branca“patrocinou” ataques em sua gestão desde que chegou ao poder em 2006.

VEJA.com – Angela Nunes Foto: Maxim Shemetov

(com AFP)

Print this entry

  Categories:

Ainda não há comentários

Você pode ser o único a iniciar uma conversa .

Adicione um comentário

Your data will be safe! Seu endereço de e-mail não será publicado. Também outros dados não serão compartilhados com terceira pessoa.
Todos os campos são obrigatórios.