Presidente Zé do Boi quer aliar produtores à conservação ambiental a retorno econômico em Mucuri

Presidente Zé do Boi quer aliar produtores à conservação ambiental a retorno econômico em Mucuri
julho 05 21:51 2017 Imprimir Este Artigo

Com o intuito de auxiliar os produtores rurais a legalizarem as suas atividades agrícolas e florestais, adotando melhores práticas agropecuárias e florestais, o presidente da Câmara Municipal de Mucuri, vereador Jose Mendes Fontoura, o “Zé do Boi” (PMDB),  apresentou indicação legislativa propondo a Prefeitura Municipal de Mucuri, que desenvolva projeto com demonstração de algumas técnicas menos impactantes de uso do solo, da vegetação natural e da água na propriedade rural, enfocando de forma especial o bioma regional, além de propor novas oportunidades de negócios para o meio rural, com respeito à legislação ambiental.

Segundo o vereador “Zé do Boi”, deverá ser um projeto que o produtor rural, seja desafiado a transformar imposições de mercado em oportunidades, o que poderá ser alcançado pela compreensão efetiva e prática de sua responsabilidade social e a mudança de atitude diante do meio ambiente.

“A procura pela incorporação da responsabilidade socioambiental por parte de vários segmentos empresariais nos sistemas produtivos tem sido objeto de ações nas mais variadas áreas da sociedade, o que está promovendo grandes e irreversíveis alterações no setor agrícola. As chances de bons negócios são inequivocamente maiores para os produtores dispostos a enfrentar novos desafios e rever seus conceitos e suas atitudes perante o patrimônio natural”, ressaltou o presidente.

De acordo com o presidente “Zé do Boi”, a intenção é colaborar para que o setor rural se torne um aliado da conservação ambiental, aproveitando-se de técnicas e práticas que alinham a conservação a um retorno econômico considerável. Ou seja, o sonhado desenvolvimento sustentável. Essas práticas possibilitam o uso do patrimônio natural, mas com responsabilidade social. Este seria o grande desafio do projeto que propõe.

Para que o desenvolvimento sustentável seja alcançado, lembra “Zé do Boi”, é necessário a adoção das melhores práticas agrícolas, mais pesquisas, maior respeito com o conhecimento de comunidades tradicionais e o cumprimento da legislação ambiental e social. Desta forma, segundo o presidente, o proprietário rural, estará contribuindo para a conservação do meio ambiente, minimizando impactos com responsabilidade social. (Por Athylla Borborema)

Print this entry

  Categories:

Ainda não há comentários

Você pode ser o único a iniciar uma conversa .

Adicione um comentário

Your data will be safe! Seu endereço de e-mail não será publicado. Também outros dados não serão compartilhados com terceira pessoa.
Todos os campos são obrigatórios.