Dupla que abastecia o tráfico em Mucuri e Nova Viçosa é presa com 8 kg de drogas

Dupla que abastecia o tráfico em Mucuri e Nova Viçosa é presa com 8 kg de drogas
novembro 01 10:52 2017 Imprimir Este Artigo

Policiais Militares da Ronda Rural e do PETO, lotados na 89ª CIPM, receberam informações de que havia dois homens realizando o fornecimento e distribuição de drogas nos municípios de Mucuri e Nova Viçosa, e que estariam em um veículo de modelo Fiat/Toro, de cor vinho, licenciado no município de Serra/ES. A guarnição da Ronda Rural se deparou com o referido veículo e com os denunciados, no Distrito de Cruzelândia. Os militares deram sinal de parada, e realizaram a abordagem.

Segundo a polícia, foi constatado a apresentação de um RG falso do estado do Espírito Santo, por parte de um dos suspeitos. Além disso, os militares encontraram um tablete de uma substância vegetal, tipo maconha, embaixo do banco do referido veículo. Em decorrência das informações que os policiais teriam, eles deram continuidade à diligência até o Distrito de Argolo, no município de Nova Viçosa, sendo o endereço de origem dos suspeitos.

No imóvel, foi localizado enterrado aos fundos da residência, situada na Rua BR 418, no referido distrito, mais 08 tabletes da mesma substância, que somado chegou ao peso de 8 kg de “maconha”. Foi encontrado ainda no celular dos acusados várias mensagens, que davam conta, que eles estariam fornecendo drogas para a cidade de Mucuri, e os Distritos de 31 de março; Cristal; Belo Cruzeiro; Cruzelândia; Nova Brasília; Argolo; e Posto da Mata.

Os militares ainda conseguiram encontrar um documento verdadeiro, em nome de Alvino Pinheiro Bastos, que teria se apresentado para os policiais, como “Marcio Valentin Braga”. Já o segundo suspeito trata-se de Leandro de Jesus Santos, que assumiu toda a droga, e disse que o “Alvino” não tinha nada a ver com a situação do tráfico. Porém, o militares tinham informações de que o “Alvino” seria o “Patrão” e que o “Leandro” seria o “Gerente”, que no mundo do crime é quem, é, responsável por toda parte de negociação, contabilidade, entrega e recebimento.

O Elvino já esteve preso por mais de 4 anos em regime fechado no Estado do Espírito Santo, por homicídio, e associação ao tráfico de drogas, e está respondendo um inquérito por porte ilegal de arma de fogo, que segundo o mesmo, ele foi preso na cidade de Vitória-ES, no ano de 2015, porque estaria portando duas pistolas, sendo uma 380, e outra 765. Os dois foram apresentados ao Plantão Regional da 8ª COORPIN, sob a responsabilidade do delegado Ricardo Amaral.

Além da drogas, os militares apreenderam o valor de R$ 821,00 (oitocentos e vinte e um reis), dois celulares e outros pertences pessoais. O delegado flagranteou o Alvino Pinheiro Basto, por Associação e Tráfico de Drogas, e por uso de documentos falso, sendo nos artigos 33, 35 e 307. Já o Leandro de Jesus Santos, foi autuado por Tráfico e Associação ao Tráfico de Drogas, nos artigos 33 e 35 da Lei de Drogas. Após serem ouvidos, foram encaminhados para a carceragem, onde ficarão à disposição da Justiça.

Liberadenews

Print this entry

  Categories:

Ainda não há comentários

Você pode ser o único a iniciar uma conversa .

Adicione um comentário

Your data will be safe! Seu endereço de e-mail não será publicado. Também outros dados não serão compartilhados com terceira pessoa.
Todos os campos são obrigatórios.