Soldado da PM é preso suspeito de envolvimento na morte de jogador de basquete após briga em bar na BA

Soldado da PM é preso suspeito de envolvimento na morte de jogador de basquete após briga em bar na BA
novembro 18 00:16 2017 Imprimir Este Artigo

Mais um policial militar foi preso suspeito de envolvimento na morte do jogador de basquete Edinei Moreira Bahia, ocorrida na madrugada de 5 de novembro, em Salvador. A informação foi divulgada pela Polícia Civil nesta sexta-feira (17). O caso aconteceu após uma discussão em uma casa de shows localizada no bairro do Rio Vermelho.

Conforme a Polícia Civil, o soldado Alexsandro de Souza Cerqueira se apresentou no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), na quinta-feira (16), acompanhado de um advogado. Segundo a polícia, o soldado é apontado como um dos responsáveis pelos tiros que mataram Edinei e feriram outras duas pessoas.

Outro policial, Frederico Santos Costa, 38 anos, também é suspeito de participar do crime e está preso desde o dia 9 de novembro.

Ainda conforme a polícia, Alexsandro alegou, em depoimento, que, na ocasião, apenas deu tiros para o alto como forma de se defender. Ainda no depoimento, o soldado disse, segundo a polícia, que agiu após ter sido ameaçado por Ediniei e os amigos dele. A briga teria começado por causa de um balde de cerveja.

Uma pistola calibre 380, que pertence a Alexsandro, foi apreendida e encaminhada para perícia no Departamento de Policia Técnica (DPT), onde será submetida ao Ibis (Sistema de Identificação Balística).

A polícia informou que o Ibis é capaz de revelar de qual arma pertence o projétil encontrado no corpo do jogador. Depois de ouvido, o policial passou por exames médicos no DPT e foi encaminhado para a Corregedoria da Policia Militar.

Em nota, a PM informou que a Corregedoria da corporação vai abrir um procedimento interno para apuração dos fatos, envolvimento e conduta do policial.

Caso

Edinei morreu após ser baleado no Largo de Santana, no bairro Rio Vermelho. Imagens gravadas por uma câmera de segurança de um estabelecimento na região registraram a correria após os disparos.

Na ocasião, um amigo de Edinei, José Raimundo de Jesus Ribeiro, de 29 anos, foi atingido no peito e no pé. Um vendedor ambulante, identificado como Ruy Moreira Bispo, de 61, também foi baleado. Os dois foram levados para o Hospital Geral do Estado (HGE).

Edinei também chegou a ser socorrido para a mesma unidade de saúde, mas não resistiu aos ferimentos.

De acordo o DHPP, que investiga o caso, Edinei era baiano e estava em Salvador a passeio. Ele morava no Rio de Janeiro com a mulher e o filho, de 4 anos. O jogador atuava em um time de basquete amador, na capital carioca. Após a morte dele, colegas publicaram mensagens de pesar nas redes sociais.

Edinei foi sepultado no dia 7 de novembro, no Cemitério Quinta dos Lázaros, em Salvador.

Um funcionário da casa de shows, que não quis se identificar, contou que a confusão começou no primeiro andar do local. Depois, o grupo de homens desceu e continuou discutindo na calçada. Um homem efetuou vários disparos, que atingiram Edinei Moreira, o amigo dele e o vendedor ambulante.

(Informações G1)

  Categories:

Ainda não há comentários

Você pode ser o único a iniciar uma conversa .

Adicione um comentário

Your data will be safe! Seu endereço de e-mail não será publicado. Também outros dados não serão compartilhados com terceira pessoa.
Todos os campos são obrigatórios.