Barbaramente espancada pelo ex-marido, mulher não resiste e morre após cinco dias internada em Itamaraju

Barbaramente espancada pelo ex-marido, mulher não resiste e morre após cinco dias internada em Itamaraju
janeiro 23 19:20 2018 Imprimir Este Artigo

Não resistiu aos ferimentos e ao grave trauma de crânio que sofrera, fruto do violento espancamento do ex-marido, Aparecida Teles de Almeida, a “Cida”, teve o óbito confirmado no início da manhã desta segunda-feira, dia 22 de janeiro, no Hospital Municipal de Itamaraju (HMI).

A mulher foi internada em estado gravíssimo na quarta-feira, dia 17 de janeiro, após sofrer mais um ataque do ex-marido, Valdeir de Souza, que está preso.

Aparecida Teles era irmã de Núbia Teles, esposa do comunicador e um dos líderes do Partido dos Trabalhadores em Itamaraju, Jota Neto.

Segundo a polícia, a Justiça já havia expedido uma medida protetiva que proibia o agressor de aproximar-se da vítima, o que não foi capaz de salvar sua vida. Valdeir, considerado um homem violento, já havia espancado a vítima outras vezes.

No seu perfil pessoal do Facebook, a irmã Núbia Teles escreveu: “Não sei porque você se foi, quanta saudade vamos sentir”. Vários internautas estão postando comentários, prestando solidariedade à família e lamentando a morte prematura de Aparecida, pessoa conhecida e muito querida pelos itamarajuenses.

O óbito foi confirmado pela equipe médica do Hospital Municipal de Itamaraju (HMI), por volta das 7h e o sepultamento aconteceu às 17h, no Cemitério São Cosme e São Damião, na própria cidade de Itamaraju. O acusado deve ser julgado pelo crime de feminicídio e com agravantes.

(Informações Teixeiranews)

  Categories:

Ainda não há comentários

Você pode ser o único a iniciar uma conversa .

Adicione um comentário

Your data will be safe! Seu endereço de e-mail não será publicado. Também outros dados não serão compartilhados com terceira pessoa.
Todos os campos são obrigatórios.