Homem é suspeito de jogar gasolina, atear fogo na namorada e depois abraçá-la

Homem é suspeito de jogar gasolina, atear fogo na namorada e depois abraçá-la
outubro 27 15:58 2018 Imprimir Este Artigo

Um homem de 39 anos é suspeito de atear fogo na namorada dentro de casa, na madrugada deste sábado (27) no município de Marilândia, norte do Espírito Santo. De acordo com informações do Boletim de Ocorrência, o casal deu entrada na Unidade de Pronto Atendimento Médico do município com queimaduras graves.

Durante o atendimento emergencial, a mulher, de 35 anos, relatou que estava na casa do namorado quando, após fazer uso de bebidas alcoólicas e drogas, ele jogou gasolina em seu corpo e ateou fogo, por ciúmes. Já o homem, contou outra versão. Ele disse que sua namorada estava fazendo comida no fogão quando escutou um barulho, foi até a cozinha e viu que ela estava com fogo pelo corpo. Na tentativa de contar as chamas, ele contou que a abraçou imediatamente.

Ainda de acordo com o boletim, o médico plantonista informou que o casal seria encaminhado para internação em um hospital de Colatina, devido ao estado das queimaduras. Um homem, filho do dono da casa onde o suspeito mora, esteve na unidade de saúde e se prontificou a levar a polícia até a residência, que fica na Zona Rural de Marilândia. Lá, os policiais encontraram um recipiente de plástico derretido, além de um forte odor de gasolina.

A Polícia Civil informou por nota que o caso foi registrado na Delegacia Regional de Colatina e seguirá sob investigação da Delegacia de Polícia de Marilândia. Segundo a PC, não houve prisão em flagrante, tendo em vista a inexistência de elementos de informação acerca da autoria do crime. A mulher e o namorado seguem internados. O caso segue sob investigação da Polícia Civil.

(Informações Folhavitória)

  Categories:

Ainda não há comentários

Você pode ser o único a iniciar uma conversa .

Adicione um comentário

Your data will be safe! Seu endereço de e-mail não será publicado. Também outros dados não serão compartilhados com terceira pessoa.
Todos os campos são obrigatórios.