MP investiga ‘ação orquestrada’ de apoiadores de Bolsonaro contra urna eletrônica

MP investiga ‘ação orquestrada’ de apoiadores de Bolsonaro contra urna eletrônica
outubro 18 15:54 2018 Imprimir Este Artigo

O Ministério Público de Santa Catarina abriu na terça-feira (16) procedimento para investigar uma possível “ação orquestrada” de apoiadores do candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL) para desacreditar o sistema de votação e a segurança da urna eletrônica. Segundo o jornal O Globo, o órgão recebeu um conjunto de mais de 150 reclamações durante a votação de primeiro turno das eleições.

Se algum vínculo da equipe de Bolsonaro com a disseminação dessas notícias for identificado pelas apurações, a investigação será encaminhada pelo MPF de Santa Catarina à procuradora-geral eleitoral, Raquel Dodge, em Brasília. Ela é responsável por propor medidas contra candidatos à Presidência da República junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O procedimento vai analisar, inicialmente, a alta quantidade de denúncias feitas por eleitores às autoridades catarinenses, apontando que apertaram o número do candidato, mas não viram a foto do escolhido. O MP solicitou que o Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina (TRE-SC) esclareça se houve falhas nas urnas nos casos relatados e, caso não sejam detectadas falhas, vai apurar se esses eleitores tinham intenção de disseminar notícias falsas.

BN – Foto: Agência Brasil

  Article "tagged" as:
  Categories:

Ainda não há comentários

Você pode ser o único a iniciar uma conversa .

Adicione um comentário

Your data will be safe! Seu endereço de e-mail não será publicado. Também outros dados não serão compartilhados com terceira pessoa.
Todos os campos são obrigatórios.