Gerson Camata: arma do crime estava com registro vencido, diz delegado

Gerson Camata: arma do crime estava com registro vencido, diz delegado
dezembro 27 14:49 2018 Imprimir Este Artigo

A arma usada no crime de assassinato do ex-governador Gerson Camata, ocorrido na tarde desta quarta-feira (26), na Praia do Canto, em Vitória, uma pistola 380, estava com registro vencido. A informação foi confirmada pelo delegado Danilo Bahiense. A arma foi apreendida.

Segundo o delegado, a polícia acredita que o suspeito de cometer o crime, Marcos Venício Moreira Andrade, de 66 anos, já estava com a intensão de matar o ex-governador. “Provavelmente, ele já tinha a intensão, pois ele mora muito próximo. É um local que Gerson Camata também transitava. O cidadão sai de casa com uma arma com registro vencido, sem porte de arma e sair armado para aquele local. Ele disse que estava no comércio quando o Gerson Camata passou, mas presume-se que ele já estava a espreita”, afirma Bahiense.

Velório

O corpo do ex-governador Gerson Camata chegou no Palácio Anchieta, onde será realizado o velório, por volta das 6h30 desta quinta-feira (27). A esposa do ex-governador, a ex-deputada federal Rita Camata, chegou no local do velório por volta das 07h05.

Segundo programação divulgada pelo Governo do Espírito Santo, até as 10 horas, as atividades do velório serão restritas à familiares do ex-governador. Está previsto um culto, às 9 horas, celebrado por Dom Décio Campos, bispo emérito de Colatina.

Ainda de acordo com a programação, às 10 horas, o velório será aberto ao público, sendo encerrado ás 14h30, quando será dado início ao cortejo até um cemitério localizado no município da Serra. O corpo deve ser sepultado às 16 horas.

(Com informações Folhavitória)

  Categories:

Ainda não há comentários

Você pode ser o único a iniciar uma conversa .

Adicione um comentário

Your data will be safe! Seu endereço de e-mail não será publicado. Também outros dados não serão compartilhados com terceira pessoa.
Todos os campos são obrigatórios.